Será que estou viciada em redes sociais?

Redes sociais fazem parte da vida. Hoje em dia é comum passar horas por dia navegando nas redes sociais, curtindo, comentando e compartilhando conteúdos, e até mesmo usar essas ferramentas para trabalho. Mas existem algumas bandeiras vermelhas para levantar em algumas situações. Você sente ansiedade, tristeza ou irritação quando não pode acessar as redes sociais? Você deixa de fazer outras atividades importantes ou prazerosas por causa das redes sociais? Se você respondeu sim a alguma dessas perguntas, você pode estar viciada em redes sociais.

O vício em redes sociais é um transtorno comportamental que se caracteriza pelo uso compulsivo e excessivo das redes sociais, causando prejuízos na vida pessoal, social, profissional e emocional do indivíduo. Segundo uma pesquisa da Universidade de São Paulo (USP), cerca de 10% dos usuários de redes sociais no Brasil apresentam sinais de dependência dessas redes.

Mas como identificar se você é viciado em redes sociais? Quais são os sintomas e as consequências desse problema? E o que fazer para se livrar dele, ou ao menos aliviar? Neste artigo, vamos responder essas questões e dar algumas dicas para que você use as redes sociais de forma saudável e equilibrada.

Será que seu tempo passado nas redes sociais está dentro do saudável?

Sintomas do vício em redes sociais

O vício em redes sociais pode se manifestar de diferentes formas, mas alguns sinais comuns são:

  • Passar muito tempo navegando nas redes sociais, mesmo quando não há nada de novo ou interessante para ver.
  • Sentir necessidade de verificar as redes sociais o tempo todo, mesmo em situações inadequadas, como no trabalho, no trânsito, na escola ou em momentos de lazer.
  • Sentir ansiedade, culpa, angústia ou medo de perder algo importante se não acessar as redes sociais.
  • Negligenciar outras áreas da vida, como trabalho, estudos, família, saúde, amigos, hobbies, etc.
  • Ter dificuldade de se concentrar, de se relacionar, de se comunicar ou de tomar decisões por causa das redes sociais.
  • Apresentar alterações de humor, de apetite, de sono ou de autoestima por causa das redes sociais.
  • Mentir ou esconder o tempo ou o conteúdo que consome nas redes sociais.
  • Tentar e não conseguir reduzir ou parar de usar as redes sociais.

Melhore sua saúde fazendo 30 minutos de yoga por dia

Consequências do vício em redes sociais

O vício em redes sociais pode trazer diversos prejuízos para a saúde física, mental e social do indivíduo, tais como:

  • Isolamento social, depressão, solidão, estresse, ansiedade, baixa autoestima, ciúme, insegurança, agressividade, irritabilidade, etc.
  • Problemas de aprendizagem, de atenção, de memória, de raciocínio, de produtividade, de criatividade, de desempenho, etc.
  • Distúrbios do sono, do peso, da alimentação, dores de cabeça, de olhos, de coluna, etc.
  • Exposição a conteúdos inadequados, violentos, falsos, ofensivos, etc.
  • Perda de privacidade, de identidade, de segurança, de reputação, etc.
  • Dependência de outras substâncias, como tabaco, drogas, álcool, etc.

Vício em redes sociais: como identificar e combater esse problema

Se você acha que está viciado em redes sociais, não precisa se desesperar. Há algumas medidas que você pode tomar para controlar esse problema e recuperar a sua qualidade de vida. Veja algumas dicas:

  • Reconheça o seu vício e, se necessário, procure ajuda profissional. Um psicólogo, um psiquiatra ou um terapeuta pode te orientar e te apoiar nesse processo.
  • Estabeleça limites de tempo e de frequência para o uso das redes sociais. Use aplicativos ou ferramentas que te ajudem a monitorar o uso e a bloquear o acesso às redes sociais em determinadas situações ou horários.
  • Desative as notificações das redes sociais no seu celular, no seu tablet ou no seu computador. Assim, você evita a tentação de verificar as redes sociais o tempo todo.
  • Priorize as atividades que são importantes ou que te fazem bem. Faça uma lista das suas tarefas, dos seus sonhos, dos seus objetivos, dos seus hobbies, etc. e dedique-se a eles.
  • Cultive as suas relações interpessoais. Converse, saia, se abrace, se divirta, se beije, se ame com as pessoas que você gosta. Lembre-se que as redes sociais não substituem o contato humano – e nem devem substituir.
  • Cuide da sua saúde física e mental. Alimente-se bem, pratique exercícios, durma bem, medite, relaxe, respire, sorria, agradeça. Lembre-se que as redes sociais não são a fonte da sua felicidade.

As redes sociais são ferramentas incríveis que podem nos conectar, nos entreter, nos informar, nos educar, nos inspirar, etc. Mas, como tudo na vida, elas devem ser usadas com consciência e moderação. O vício em redes sociais é um problema sério que pode afetar a sua vida, a sua saúde e a sua felicidade. Por isso, se você perceber que está viciado em redes sociais, procure ajuda e siga as nossas dicas. Você vai ver que a vida real é muito mais gratificante e interessante do que a vida virtual.

Leia também: Como dormir melhor

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *