Sobre a sensação de insuficiência

Você já teve sensação de insuficiência alguma vez na vida? Talvez você tenha se comparado com alguém que parece ter mais felicidade, mais sucesso ou mais talento do que você. Talvez você tenha se cobrado demais por não ter alcançado uma expectativa ou um objetivo que você mesmo ou alguém impôs sobre você. Talvez você tenha se sentido incapaz de lidar com uma situação difícil um desafio que surgiu em seu caminho.

Se você se identificou com algum desses cenários, saiba que você não está sozinho. Praticamente todo mundo já passou por isso. A sensação de insuficiência é algo normal e comum, que faz parte da natureza humana. Todos nós temos nossas dúvidas, nossas inseguranças e nossos medos. Todos nós queremos ser reconhecidos, amados e valorizados. Todos nós queremos ter um sentido, um propósito, uma realização na vida.

Mas, apesar de ser normal, a sensação de insuficiência se torna um problema quando ela afeta a nossa autoestima, a nossa confiança e a nossa motivação. Quando nos sentimos insuficientes, podemos nos fechar para o mundo, nos sabotar, nos criticar, nos isolar das pessoas, nos culpar e nos deprimir. Podemos perder a vontade de viver, de crescer, de mudar, de sonhar.

Por isso, é muito importante saber como lidar com essa sensação, para que ela não nos impeça de ser quem somos e de buscar a nossa felicidade. Neste artigo, vamos compartilhar com você algumas dicas que podem te ajudar a superar a sensação de insuficiência e a se sentir mais confiante, mais suficiente e mais capaz. Vamos lá?

Faça da meditação um hábito e melhore sua vida

Para melhorar a sensação de insuficiência, você precisa olhar para a sua vida e reconhecer também o que você tem de bom.

Mudando a sensação de insuficiência

1. Reconheça e aceite os seus sentimentos

O primeiro passo para lidar com a sensação de insuficiência é reconhecer como você se sente e aceitar isso. Não há como negar, fugir ou reprimir o que você está sentindo. Isso só vai fazer com que você se sinta cada vez pior e mais frustrado. Em vez disso, permita-se sentir, sem julgamento, sem vergonha e sem culpa. Acolha os seus sentimentos com compreensão e compaixão.

Reconhecer e aceitar os seus sentimentos não significa se conformar, tão pouco se acomodar com eles. Significa que você está sendo honesto consigo mesmo e que está disposto a enfrentar a situação com mais maturidade e clareza. Ao reconhecer e aceitar os seus sentimentos, você estará abrindo um espaço para que eles se expressem, se aliviem e se transformem.

2. Identifique e questione as suas crenças

O segundo passo para lidar com a sensação de insuficiência é identificar e questionar as suas crenças. Muitas vezes, a sensação de insuficiência é fruto de crenças limitantes que nós temos sobre nós mesmos, sobre a vida e sobre os outros. Essas crenças são pensamentos repetitivos e automáticos que nós adquirimos ao longo da nossa história, por influência da sociedade, da família, da cultura, da mídia, etc.

Algumas dessas crenças podem ser: “eu não sou bom o suficiente”, “eu não sou capaz de fazer isso”, “eu não tenho sorte”, “eu não mereço ser feliz”, “eu não tenho valor”, “eu não tenho nada a oferecer”, etc. Essas crenças são falsas, distorcidas e prejudiciais, pois elas nos diminuem, nos limitam e nos impedem de ver o nosso verdadeiro potencial.

Você precisa identificar e questionar essas crenças, para que possa se libertar delas e substituí-las por crenças mais positivas, construtivas e realistas. Para isso, você pode se fazer algumas perguntas, como: “de onde vem essa crença?”, “ela é verdadeira ou é apenas uma opinião?”, “ela se baseia em fatos ou em suposições?”, “ela me ajuda ou me atrapalha?”, “ela me aproxima ou me afasta dos meus objetivos?”, “ela me faz bem ou me faz mal?”, etc.

Quando questionar as suas crenças, você vai perceber que elas não definem quem você é e que elas não têm fundamento. Você vai perceber que você pode mudar a forma como você se vê e como você vê o mundo; vai perceber que pode criar novas crenças, mais positivas, realistas e construtivas, que te fortaleçam, que te apoiem e te impulsionem.

3. Valorize e desenvolva os seus pontos fortes

O terceiro passo para lidar com a sensação de insuficiência é valorizar e desenvolver os seus pontos fortes. Quando nos sentimos insuficientes, muitas vezes nós nos focamos apenas nos nossos defeitos, nos nossos erros, nas nossas limitações e nas nossas fraquezas. Nós nos esquecemos de reconhecer e de celebrar as nossas qualidades, as nossas habilidades, os nossos acertos e as nossas conquistas.

Isso é um grande erro, pois nos faz perder a confiança em nós mesmos e nos impede de explorar o nosso potencial. Por isso, valorize e desenvolva os seus pontos fortes, pois eles são os seus diferenciais, os seus recursos, os seus talentos e os seus dons. Eles são aquilo que você faz bem, que você ama fazer, que você se orgulha de fazer e que te traz satisfação e realização.

Para valorizar e desenvolver os seus pontos fortes, faça um inventário das suas qualidades, das suas habilidades, dos seus interesses, dos seus conhecimentos, dos seus valores, dos seus sonhos, etc. Peça feedback para as pessoas que te conhecem bem e que te admiram. Você pode buscar oportunidades de usar e de aprimorar os seus pontos fortes no seu trabalho, nos seus estudos, nos seus relacionamentos, nos seus hobbies, etc.

Quando valoriza e desenvolve os seus pontos fortes, você se sente mais confiante, mais capaz e mais suficiente. Você se sente mais feliz, mais motivado e mais realizado. Você se sente mais você mesmo.

4. Aprenda com os seus pontos fracos

O quarto passo para lidar com a sensação de insuficiência é aprender com os seus pontos fracos. Mais do que valorizar e desenvolver os seus pontos fortes, é importante também aprender com os seus pontos fracos, pois eles são as suas oportunidades de crescimento, de mudança e de melhoria. Eles são aquilo que você pode fazer melhor, que você precisa fazer melhor, que você quer fazer melhor e que te traz aprendizados e desafios.

Para aprender com os seus pontos fracos, façar uma autoavaliação honesta e crítica das suas dificuldades, das suas falhas, dos seus erros, das suas lacunas, etc. Você pode pedir feedback para as pessoas que te conhecem bem e que te querem bem. Busque formas de superar e de compensar os seus pontos fracos, seja por meio de estudo, de terapia, de treino, de coaching, de mentoria, etc.

Ao aprender com os seus pontos fracos, você vai se sentir mais humilde, mais resiliente e mais flexível. Você vai se sentir mais preparado, mais competente e mais eficiente. Você vai se sentir mais em evolução.

5. Compare-se apenas com você mesmo

O quinto e último passo para lidar com a sensação de insuficiência é comparar-se apenas com você mesmo. Uma das principais causas da sensação de insuficiência é a comparação com os outros, que é algo muito tentador e comum na nossa sociedade, especialmente na era das redes sociais. Nós nos comparamos com os nossos amigos, com os nossos familiares, com os nossos colegas, com os nossos ídolos, com os nossos rivais, etc.

Nós nos comparamos em relação à aparência, à riqueza, à inteligência, à saúde, à fama, ao sucesso, à felicidade, etc. Nós nos comparamos o tempo todo, sem perceber que essa comparação é injusta, ilusória e prejudicial. É injusta porque cada pessoa é única, com sua história, sua personalidade, e tofo um contexto e um propósito diferentes. É ilusória porque nós só vemos o que os outros querem mostrar, não o que eles realmente são ou sentem. Não se compare – foque apenas em melhorar a si mesmo da maneira que puder, e lembre-se de que nem sempre o que as pessoas mostram é realmente a realidade da vida delas.

Gostou? Esperamos que tenha gostado da mensagem, e saiba que não está sozinho – todo mundo passa por tempos difíceis e situações ruins. Busque sempre dar seu melhor e aprender para melhorar. E se necessário, busque apoio psicológico que ajude você a lidar com sentimentos ruins e situações difíceis.

Leia também: Como lidar com um relacionamento abusivo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *