Viagem: Angra dos Reis

Angra dos Reis é um destino que encanta pela beleza natural, com milhares de praias distribuídas em 300 ilhas e 8 baías. É o lugar perfeito para quem busca se divertir, relaxar e se conectar com a natureza. Mas o que fazer em Angra dos Reis para aproveitar ao máximo essa viagem? Neste artigo, vamos te dar algumas dicas de passeios, atividades, hospedagens e gastronomia que vão tornar a sua experiência em Angra simplesmente inesquecível.

Como chegar em Angra dos Reis

Angra dos Reis fica a 160 km do Rio de Janeiro e 400 km de São Paulo, sendo possível chegar de carro, ônibus ou avião. Para ir de carro, a melhor opção é seguir pela BR-101, que é uma estrada bem conservada e com belas paisagens. O tempo de viagem vai variar de acordo com o trânsito, mas em leva em média 3 horas saindo do Rio e 6 horas saindo de São Paulo.

Se você preferir ir de ônibus, há várias empresas que fazem o trajeto, como a Reunidas Paulista, a Costa Verde e a Viação 1001. Os ônibus saem das rodoviárias do Rio e de São Paulo e chegam na rodoviária de Angra dos Reis, bem no centro da cidade. O preço da passagem varia entre R$ 50 e R$ 100, dependendo da empresa e do horário.

Para ir de avião, você pode pegar um voo para o Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro (Galeão) ou para o Aeroporto de São Paulo (Guarulhos) e de lá alugar um carro ou pegar um ônibus até Angra dos Reis. Outra opção é pegar um voo direto para o Aeroporto de Angra dos Reis, que fica a 10 km do centro da cidade, mas que opera apenas voos fretados e particulares.

Onde ficar em Angra dos Reis

Angra dos Reis oferece uma grande variedade de hospedagens, de pousadas e hotéis até casas e apartamentos para alugar. A escolha depende do estilo da sua viagem, do seu orçamento e da sua preferência de localização. Veja algumas opções:

Se você preferir ficar no centro da cidade, perto de restaurantes, lojas e serviços, uma boa opção é o Hotel Fasano Angra dos Reis, um hotel de luxo com uma infraestrutura completa, incluindo piscina, spa, academia, restaurante e marina. Os quartos são amplos, confortáveis e tem vista para o mar ou para o jardim. O preço da diária varia entre R$ 1.500 e R$ 3.000, de acordo com a época do ano e o tipo de acomodação.

Se você quiser ficar em uma ilha, cercado pela natureza e com acesso exclusivo às praias, a melhor opção é o Angra Boutique Hotel, que fica na Ilha da Gipóia, a 15 minutos de barco do centro de Angra. O hotel é aconchegante e charmoso, e tem uma decoração rústica e elegante. Os quartos são espaçosos, climatizados e com varanda. O hotel oferece café da manhã, almoço e jantar, além de passeios de barco, caiaque, stand up paddle e mergulho. Os preços de diária variam entre R$ 800 e R$ 1.200, dependendo da época do ano e do tipo de acomodação.

Já se a sua preferência é ficar em um lugar tranquilo, longe da agitação e com uma vista deslumbrante, uma boa opção é o Sítio Bom, na Enseada do Sítio Forte, a 30 minutos de barco do centro de Angra. O sítio é uma propriedade familiar, mas aluga quartos e chalés para os hóspedes. O lugar é simples, mas aconchegante e tem uma deliciosa atmosfera de casa de praia. Os quartos são básicos, mas limpos e confortáveis. O sítio oferece café da manhã, almoço e jantar, além de trilhas, cachoeiras, praias e piscina natural. O preço da diária varia entre R$ 300 e R$ 500, também dependendo da época do ano e do tipo de acomodação.

O que fazer em Angra dos Reis

Angra dos Reis é um destino que tem atividades para todos os gostos e idades. É possível curtir as praias, as ilhas, as lagoas, o mergulho, as cachoeiras, as trilhas, o passeio de barco, o centro histórico e muito mais. Veja algumas dicas do que fazer em Angra dos Reis:

Passeio de barco: o passeio de barco é incrível, a melhor forma de conhecer as belezas de Angra dos Reis. Há várias opções de roteiros, que incluem as principais ilhas e praias da região, como a Ilha Grande, a Ilha de Cataguases, as Ilhas Botinas, a Ilha da Gipóia, a Lagoa Azul, a Lagoa Verde, a Praia do Dentista, a Praia do Aventureiro, a Praia da Piedade, entre outras. Você pode escolher entre fazer o passeio de escuna, de lancha, de traineira ou de jet boat, dependendo do seu orçamento e do seu tempo. O passeio de escuna é o mais barato e o mais demorado, custando em média R$ 80 por pessoa e durando mais ou menos 7 horas. O passeio de lancha é o mais caro e também o mais rápido, custando em média R$ 200 por pessoa e durando umas 4 horas. O passeio de traineira é o mais tradicional e familiar, custando em média R$ 100 por pessoa e durando cerca de 6 horas. Mais radical e divertido, o passeio de jet boat custa em média R$ 150 por pessoa e dura cerca de 3 horas. Em todos os passeios, há paradas para banho, mergulho e almoço. O passeio pode ser contratado nas agências de turismo, nos hotéis, nas pousadas ou no cais de Santa Luzia, no centro de Angra.

Praias: Angra dos Reis tem praias para todos os gostos, das mais calmas e desertas às mais agitadas e badaladas. No continente, as praias mais famosas são a Praia do Bonfim, a Praia da Figueira, a Praia do Biscaia e a Praia dos Maciéis. Nas ilhas, as praias mais famosas são a Praia do Dentista, na Ilha da Gipóia, a Praia de Cataguases, na Ilha de Cataguases, a Praia da Piedade, na Ilha de Caras, e a Praia do Aventureiro, na Ilha Grande. Todas elas têm águas cristalinas, areias brancas e coqueiros. Algumas delas têm infraestrutura de quiosques, restaurantes e bares, outras são mais selvagens e preservadas. Você pode chegar nas praias de carro, de ônibus, de barco ou de trilha, dependendo da localização e da acessibilidade.

Lagoas: Angra dos Reis tem duas lagoas que são verdadeiros cartões-postais da região: a Lagoa Azul e a Lagoa Verde. Elas ficam na Ilha Grande e são formadas por águas claras e calmas, cercadas por rochas e vegetação. A Lagoa Azul tem esse nome devido a sua cor azul-turquesa, que contrasta com o verde da mata. A Lagoa Verde tem esse nome pela sua cor verde-esmeralda, que se mistura com o azul do mar. As duas lagoas são maravilhosas para mergulhar e observar os peixes e as estrelas-do-mar que habitam o local. Você pode chegar nessas lagoas de barco, a forma mais comum e fácil, ou de trilha, que é a forma mais aventureira e desafiadora. O passeio de barco pelas lagoas custa em média R$ 50 por pessoa e dura mais ou menos 2 horas. A trilha para a Lagoa Azul sai da Praia do Araçá e leva cerca de 1 hora. A trilha para a Lagoa Verde sai da Praia de Palmas e leva cerca e torno de duas horas.

Cachoeiras: Angra dos Reis também tem cachoeiras incríveis para se refrescar e curtir a natureza. As mais famosas são a Cachoeira da Feiticeira, a Cachoeira do Tobogã e a Cachoeira do Bananal. A Cachoeira da Feiticeira fica na Ilha Grande e tem uma queda d’água de 15 metros, formando uma piscina natural. A Cachoeira do Bananal fica no continente e tem uma queda d’água de 10 metros, com um escorregador natural. A Cachoeira do Tobogã fica no continente e tem uma queda d’água de 30 metros, com um tobogã de pedra. É possível chegar nas cachoeiras de barco, de carro ou de trilha, dependendo da localização e da acessibilidade. A trilha para a Cachoeira da Feiticeira sai da Praia do Abraão e leva mais ou menos 2 horas. A trilha para a Cachoeira do Bananal sai da Praia do Bananal e leva cerca de 30 minutos. A trilha para a Cachoeira do Tobogã sai da Praia do Paraty-Mirim e leva em torno de 40 minutos.

Trilhas: Angra dos Reis tem trilhas que são ótimas para quem gosta de caminhar e explorar a natureza. As mais famosas são a Trilha do Pico do Papagaio, a Trilha do Pico do Frade e a Trilha da Praia do Aventureiro. A Trilha do Pico do Papagaio fica na Ilha Grande e leva ao ponto mais alto da ilha, que tem incríveis 982 metros de altitude. A trilha tem um grau de dificuldade alto e leva cerca de 4 horas para subir e 3 horas para descer, mas a vista do topo é espetacular, podendo ver toda a baía de Angra dos Reis e as ilhas ao redor. Já a Trilha do Pico do Frade tem um grau de dificuldade médio e leva cerca de 3 horas para subir e 2 horas para descer. A vista do topo é fantástica, podendo ver o mar, as montanhas e as cachoeiras. A Trilha da Praia do Aventureiro fica na Ilha Grande e leva a uma das praias mais lindas e isoladas da ilha. A trilha tem um grau de dificuldade baixo e leva cerca de 1 hora para chegar na praia. A praia tem um mar azul, uma areia branquinha e um coqueiro inclinado que é o símbolo do lugar.

Sugestão: câmera subaquática Full HD, R$ 815,00 na Amazon (Compre aqui)

Mergulho: Angra dos Reis é um dos melhores lugares do Brasil para mergulhar, graças à sua rica biodiversidade marinha, com corais, peixes, tartarugas, golfinhos e até naufrágios. Há vários pontos de mergulho, tanto para iniciantes quanto para experientes, como as Ilhas Botinas, a Ilha do Jorge Grego, a Ilha Comprida, a Ilha dos Meros, o Naufrágio do Pinguino e o Naufrágio do Helicóptero. O mergulho pode ser feito com cilindro ou com snorkel, dependendo do seu nível de habilidade interesse. Você pode contratar o mergulho nas operadoras de turismo, nos hotéis, nas pousadas ou no cais de Santa Luzia, no centro de Angra. O mergulho com cilindro custa em média R$ 300 por pessoa e inclui o equipamento, o instrutor e o transporte de barco. O mergulho com snorkel custa em média R$ 50 por pessoa e inclui o equipamento e o transporte de barco.

Centro histórico: Angra dos Reis também tem um centro histórico que vale a pena conhecer, recheado da história e da cultura da cidade. O centro histórico é formado por casarões coloniais, igrejas, museus, praças e monumentos. Você pode fazer um passeio a pé pelo centro, admirando a arquitetura e visitando os principais pontos turísticos, como a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, a Igreja de Santa Luzia, o Museu do Mar, o Museu de Arte Sacra, o Convento de São Bernardino, o Mercado Municipal e o Chafariz da Saudade. O centro histórico também tem uma vida noturna animada, com bares, restaurantes, lojas e shows.

Imagem: @rafah.meireles

Onde comer em Angra dos Reis

Angra dos Reis tem uma gastronomia variada, que agrada a todos os paladares. Você encontra de restaurantes sofisticados até lanchonetes simples, passando por pizzarias, churrascarias, sushi bars e sorveterias. A culinária local é baseada nos frutos do mar, especialmente nos peixes, camarões, lulas e ostras. Você pode saborear pratos típicos como a moqueca, o bobó, o escabeche, o risoto e o pastel de frutos do mar. Veja algumas sugestões de onde comer em Angra dos Reis:

Se você quer comer em um restaurante refinado, com uma vista deslumbrante, uma ótima opção é o Restaurante Samburá, que fica na Ilha da Gipóia, em frente à Praia do Dentista. O restaurante é especializado em frutos do mar e tem um cardápio variado, com destaque para o camarão na moranga, o polvo à provençal e o peixe grelhado com molho de maracujá. O restaurante também tem uma carta de vinhos e de cervejas artesanais. Custa em média R$ 150 por pessoa.

Se você quer comer em um restaurante aconchegante, com uma decoração rústica, uma boa opção é o Restaurante Canto das Canoas, que fica na Praia das Éguas, no continente. O restaurante é especializado em comida caseira e tem um cardápio variado, com destaque especial para o frango com quiabo, o feijão tropeiro e a costela com mandioca. O restaurante também tem uma cachaçaria e uma loja de artesanato, e p preço médio por pessoa é de R$ 50.

Se você preferir comer em um restaurante simples, mas saboroso, uma boa opção é o Restaurante da Dona Maria, na Praia do Aventureiro, Ilha Grande. O restaurante é uma casa de família que serve comida caseira e fresca, com destaque para o peixe frito, o arroz com feijão e a salada. O restaurante também tem uma vista lindíssima para o mar e para o coqueiro inclinado. O preço médio por pessoa é de R$ 30.

Leia também: Como deixar a casa segura para viajar

*Valores sujeitos à alterações

1 thought on “Viagem: Angra dos Reis”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *