O que é endometriose?

A endometriose atinge cerca de 10% das mulheres em idade reprodutiva no Brasil. É uma doença caracterizada pelo crescimento de células do endométrio – tecido que reveste o útero – em outros órgãos da região pélvica, como ovários e trompas e até mesmo intestino e bexiga.

Respondendo ao ciclo menstrual, essas células endometriais fora do útero sangram a cada mês, causando dor, inflamação e aderências entre os órgãos. Os principais sintomas da endometriose são:

  • Cólica menstrual intensa, que piora com o tempo;
  • Dor durante ou após ter relações sexuais;
  • Sangramento menstrual irregular/excessivo;
  • Dificuldade para engravidar ou até mesmo infertilidade;
  • Alterações urinárias ou intestinais durante a menstruação;
  • Fadiga e cansaço crônico.

Como lidar com a endometriose

A endometriose é uma doença complexa, cuja causa ainda não se conhece completamente. Há teorias que sugerem que ela pode estar relacionada à menstruação retrógada, que é quando o sangue menstrual reflui pelas trompas e se implanta na cavidade abdominal; também à predisposição genética, que pode facilitar a migração das células endometriais, ou à alteração do sistema imunológico, que pode não reconhecer e eliminar essas células anormais. 

Conhecer os sintomas é fundamental para diagnosticar a endometriose é tratá-la. Imagem: ONsalus

Iniba os hormônios do envelhecimento e melhore sua pele

O diagnóstico da endometriose é feito pela avaliação dos sintomas, do exame ginecológico e de exames de imagem, como ressonância magnética ou ultrassom. Em alguns casos, pode ser necessária uma cirurgia chamada videolaparoscopia, que permite visualizar e retirar os focos de endometriose.

O tratamento da endometriose depende da intensidade dos sintomas, da idade da mulher, do desejo de engravidar e da localização dos implantes endometriais. As opções de tratamento são:

  • Medicamentos anti-inflamatórios, que melhoram a inflamação e aliviam a dor;
  • Medicamentos hormonais, que bloqueiam a ovulação e a menstruação e automaticamente reduzem o sangramento e o crescimento das células endometriais;
  • Cirurgia para remover os focos de endometriose e restaurar a anatomia dos órgãos afetados;
  • Tratamentos complementares, como fisioterapia, acupuntura, psicoterapia e nutrição, que podem ajudar a trazer bem-estar e a melhorar a qualidade de vida das mulheres com endometriose.

A endometriose é uma doença que pode trazer muitos impactos físicos, emocionais e sociais para as mulheres que sofrem com ela. É essencial buscar ajuda médica e apoio psicológico para enfrentar essa condição, assim como se informar e se conscientizar sobre a endometriose, para conseguir reconhecer os sinais e buscar tratamento adequado o quanto antes.

Esperamos que artigo tenha sido útil para você. Se você gostou, compartilhe com suas amigas e ajude a divulgar essa causa. Se você tem endometriose ou suspeita que tem, procure um ginecologista e não desista de buscar uma vida melhor. Lembre-se: você não está sozinha nessa luta. 💜

Leia também: Vantagens e desvantagens da pílula anticoncepcional

Imagem do topo: Global Med Clínica

1 thought on “O que é endometriose?”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *