Como parar de procrastinar: 7 dicas práticas e eficazes

Você já se pegou adiando uma tarefa importante, seja por preguiça, medo ou pura falta de motivação? Se a resposta for sim, você não está sozinho. A procrastinação é um problema comum que afeta a produtividade, o desempenho e consequentemente a satisfação pessoal de muitas pessoas. Mas, afinal, o que é procrastinar e como vencer esse hábito ruim? Neste artigo, você vai descobrir o que significa procrastinar, as causas e consequências desse hábito, e como parar de procrastinar com 7 dicas práticas e eficazes. Acompanhe!

O que é procrastinar?

Procrastinar significa simplesmente deixar para depois o que pode ser feito agora. É adiar uma tarefa que precisa ser realizada, substituindo-a por outras atividades mais fáceis, prazerosas ou até irrelevantes. Por exemplo, quando você tem um relatório para entregar no trabalho, mas decide assistir a um episódio da sua série favorita, navegar nas redes sociais ou fazer uma pausa para um lanchinho. Essas ações dão uma sensação de alívio momentâneo, mas você logo se sente ansioso, estressado e culpado por não ter cumprido o seu dever.

Quais são as causas da procrastinação?

O hábito de procrastinar pode ter causas diversas, que variam de pessoa para pessoa. Algumas das mais comuns são:

  • Falta de propósito ou de interesse: quando a tarefa não desperta a sua curiosidade, o seu entusiasmo ou o seu senso de significado, a tendência é você evitá-la ou fazê-la de forma superficial.
  • Falta de planejamento ou de organização: é quando você não tem uma rotina definida, não estabelece as prioridades ou não sabe por onde começar, você fica perdido e se desmotiva.
  • Falta de autoconfiança ou de autoestima: ao duvidar da sua capacidade, você fica com medo de errar ou de ser julgado, se compara com os outros, se sabota e se paralisa.
  • Perfeccionismo ou indecisão: na intenção de fazer tudo da melhor forma possível, sem nenhum erro ou falha, ou quando você tem dificuldade de escolher entre as diversas opções disponíveis, você adia a sua ação até o último momento ou até perder a oportunidade.

Quais são as consequências de procastinar?

A procrastinação pode trazer sérias consequências para a sua vida pessoal e profissional, tais como:

  • Baixa produtividade e desempenho: ao procrastinar, você desperdiça o seu tempo, compromete a qualidade do seu trabalho, atrasa as suas entregas e prejudica os seus resultados.
  • Baixa satisfação e felicidade: ao procrastinar, você se frustra, se culpa, se arrepende e se decepciona muito consigo mesmo, diminuindo a sua autoestima e o seu bem-estar.
  • Problemas de saúde física e mental: ao procrastinar, você aumenta o seu nível de estresse, ansiedade e depressão. Isso tudo afeta o seu sono, a sua alimentação, o seu humor e o seu sistema imunológico, um verdadeiro ciclo vicioso.

Como parar de procrastinar?

Agora que você já sabe o que é procrastinar, quais são as suas causas e consequências, veja 7 dicas práticas e eficazes de como parar de procrastinar. Confira!

  1. Identifique e elimine as distrações: o primeiro passo para você parar de procrastinar é reconhecer o que te desvia do seu foco e te impede de realizar as suas tarefas. Pode ser o celular, a internet, a televisão, o barulho, as pessoas, etc. Depois, é hora de eliminar ou reduzir essas distrações, desligando os aparelhos eletrônicos, fechando as abas do navegador, silenciando notificações, isolando-se em um ambiente tranquilo e avisando colegas e pessoas do seu convívio que você precisa de concentração.
  2. Defina metas claras e realistas: o segundo passo para parar de procrastinar é saber exatamente o que você quer e precisa fazer, e de que maneira você vai fazer. Para isso, defina metas claras, específicas, mensuráveis, alcançáveis, relevantes e temporais. Por exemplo, não diga “eu vou estudar inglês”, diga “eu vou estudar inglês por 30 minutos todos os dias, usando o aplicativo X, até atingir o nível intermediário em 6 meses”. Fazendo dessa forma você terá mais clareza, motivação e comprometimento com o seu objetivo.
Sugestão: Quadro lousa planejador EC, R$ 35,00 na Amazon (Compre aqui)

3. Divida as tarefas em partes menores: o terceiro passo para parar de procrastinar é dividir as tarefas maiores e mais complexas em partes menores e mais simples. Por exemplo, se você precisa escrever um artigo, divida a tarefa em: escolher o tema, pesquisar as fontes, fazer o esboço, escrever a introdução, escrever o desenvolvimento, escrever a conclusão, revisar o texto e formatar o documento. Assim, você terá mais facilidade, agilidade e confiança para executar cada uma das etapas.

4. Estabeleça prazos e recompensas: o quarto passo para parar de procrastinar é estabelecer prazos e recompensas para cada tarefa ou meta que você se propôs a fazer. Esse prazos vão servir para te dar um senso de urgência e responsabilidade, evitando que você deixe tudo para depois. Já as recompensas servem para te dar um senso de gratificação e satisfação, estimulando você a continuar a fazer o que precisa ser feito. Por exemplo, se você concluir o seu relatório até sexta-feira, você se dá o direito de se recompensar com um filme, um chocolate ou um passeio no fim de semana.

5. Faça o mais difícil primeiro: o quinto passo para parar de procrastinar é fazer o mais difícil primeiro, ou seja, começar por aquela tarefa que você tem mais resistência, desinteresse ou medo. Isso porque, geralmente, a nossa energia e disposição são maiores no início do dia ou do período de trabalho, e vão diminuindo com o passar do tempo. Além disso, ao fazer o mais difícil primeiro, você se livra desse peso, ganha confiança e motivação, e se sente mais leve e produtivo para fazer as outras tarefas necessárias.

6. Aplique a regra dos dois minutos: o sexto passo para parar de procrastinar é aplicar a regra dos dois minutos, criada pelo autor David Allen. Essa regra diz que, se uma tarefa pode ser feita em menos de dois minutos, você deve fazê-la imediatamente, sem adiar. Um exemplo disso é responder um e-mail, pagar uma conta, arrumar a cama, etc. Usando essa regra você evita acumular pequenas tarefas que podem se tornar grandes problemas no futuro.

7. Busque ajuda profissional: o sétimo e último passo para parar de procrastinar é buscar ajuda profissional, caso você perceba que a procrastinação está afetando a sua vida de forma grave e persistente. Um psicólogo pode te ajudar a identificar e tratar as possíveis causas emocionais da procrastinação, que podem ser depressão, a ansiedade, a baixa autoestima, o perfeccionismo, ou até déficit de atenção. Além disso, esse profissional pode te orientar a desenvolver hábitos e estratégias para vencer a procrastinação e melhorar a sua produtividade e qualidade de vida.

Leia também: O que é burnout – sintomas, causas e tratamento

*Valores sujeitos à alterações

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *