O que levar nas malas de viagem

Viajar é uma das melhores coisas da vida, mas rapidamente vira uma fonte de estresse se você não se planejar bem. Uma das partes mais importantes da preparação é arrumar as malas de viagem, pois elas precisam conter tudo o que você será essencial durante a sua jornada. Mas como saber o que levar e o que deixar para trás? Como evitar faltas ou excessos? Como organizar as malas de viagem de forma eficiente e prática? Neste artigo, vamos dar dicas importantes para te ajudar a arrumar as malas de viagem sem dor de cabeça. Confira!

O que levar nas malas de viagem: dicas para não esquecer nada

1. Escolha as malas de viagem adequadas

O primeiro de tudo é escolher as malas de viagem que se adequam ao seu destino, ao seu orçamento e ao seu estilo de viagem. Existem diversos tipos de malas de viagem, como malas de rodinha, mochilas, malas de mão, sacolas, etc. Cada uma delas tem suas vantagens e desvantagens, dependendo do que você vai levar, do meio de transporte que será usado, do tempo de duração da viagem, do espaço disponível, etc. Por exemplo, se você vai fazer uma viagem curta, de avião, e só precisa levar o essencial, uma mala de mão pode ser suficiente para você. Mas se você vai fazer uma viagem longa, de carro, e precisa levar muitas coisas, a mala de rodinha é o mais confortável. O importante é que você escolha as malas de viagem que atendam às suas necessidades e que sejam de boa qualidade, seguras e resistentes.

2. Faça uma lista do que levar nas malas de viagem

Uma lista do que levar nas malas de viagem é muito importante para não esquecer nada e não levar coisas desnecessárias. A lista vai depender do seu destino, do clima, das atividades que você vai fazer, da cultura, da sua rotina, dos seus hábitos, etc. Mas existem alguns itens que são básicos e que não podem faltar em nenhuma viagem, como documentos, cartões, dinheiro, remédios, itens de higiene pessoal, roupas, calçados, eletrônicos, acessórios, etc.

Para facilitar, você pode dividir a lista em categorias, como roupas, calçados, acessórios, saúde, higiene, dinheiro, documentos, eletrônicos, etc. E dentro de cada categoria, você pode especificar os itens, como camisetas, shorts, calças, vestidos, saias, blusas, meias, casacos, cuecas, calcinhas, sutiãs, biquínis, pijamas, sungas, tênis, chinelos, sandálias, botas,lenços, cintos, chapéus, bijuterias, óculos, relógios, pasta de dentes, escova de dentes, fio dental, sabonete, escova de cabelo, shampoo, condicionador, desodorante, perfume, maquiagem, protetor solar, hidratante, repelente, absorventes, preservativos, curativos, remédios, termômetro, tesoura, algodão, pinça, álcool, passaporte, identidade, cartão de crédito, cartão de débito, carteira de motorista, dinheiro, moeda local, seguro viagem, passagens, reservas, vouchers, mapas, guias, celular, carregador, fone de ouvido, câmera, cartão de memória, adaptador, bateria extra, notebook, tablet, livros, revistas, jogos, etc.

Você pode usar aplicativos ou sites que te ajudam a fazer a lista, como o PackPoint, o Trip List ou o Travel List.

Listar os itens que você vai levar é de grande ajuda para conferir as malas antes da viagem.

3. Organize as malas de viagem com inteligência

Organizar as malas de viagem com inteligência significa otimizar o espaço, proteger os itens, evitar bagunça e facilitar o acesso. Existem algumas técnicas que podem te ajudar a arrumar as malas de viagem de forma mais eficiente, como:

  • Ao invés de dobrar as roupas, enrole-as. Isso economiza espaço e evita amassados.
  • Para reduzir o volume das roupas, use sacos a vácuo ou compressão. Esses sacos também ajudam a separar por categorias.
  • Organizadores ou necessaires são ótimos para guardar os itens de higiene, maquiagem, documentos, eletrônicos, etc.
  • Coloque sempre os itens mais pesados e menos usados no fundo da mala, e os mais leves e mais usados em cima.
  • Itens mais delicados ou que podem vazar devem viajar no meio das roupas, para amortecer e evitar danos.
  • Coloque os calçados em sacos plásticos ou de tecido. Isso evita que eles sujem as roupas, e ainda é útil para aproveitar o espaço interno guardando meias, cintos, etc.
  • Não esqueça de deixar um espaço livre na mala para as compras ou lembranças que você vai trazer da viagem.
  • Coloque etiquetas ou fitas coloridas nas malas. Isso é importante para identificá-las facilmente e evitar confusões ou perdas.
Sugestão: Kit mala de bordo + frasqueira Genebra Malíssima, R$ 600,00 na Amazon (Compre aqui)

4. Verifique as regras e as taxas das malas de viagem

Evite problemas, multas ou cobranças extras verificando com antecedência as regras e as taxas das malas de viagem. Dependendo do meio de transporte utilizado, das companhias que você vai contratar e dos países que você vai visitar, existem diferentes limites e normas para as malas de viagem, como tamanho, quantidade, peso, conteúdo, etc. Por exemplo, se você vai viajar de avião, você precisa saber qual é a franquia de bagagem da sua passagem, quais são as dimensões e o peso permitidos para a mala de mão e para a mala despachada, quais itens são proibidos ou restritos na mala de mão e na mala despachada, quais são as taxas para excesso de bagagem ou bagagem extra, etc.

Essas informações podem ser consultadas no site ou no aplicativo da companhia aérea, e também entrando em contato com o atendimento ao cliente. Além disso, saiba quais são as regras de alfândega e de segurança dos países que você vai visitar, quais itens que você pode levar ou trazer, os impostos ou as tarifas que você terá de pagar, etc. Essas informações podem ser consultadas no site ou no aplicativo do consulado ou da embaixada do país, ou entrando em contato com o serviço consular.

5. Revise as malas de viagem antes de sair

Revisar suas malas de viagem antes de sair! Confira se está tudo certo, se não esqueceu nada e se não levou nada a mais. Para conferir Você pode usar a lista que você fez, verificando item por item que está na mala. Você também pode pesar e medir as malas, para ver se estão dentro dos limites estabelecidos. Aproveite para tirar uma foto das malas, para ter uma prova em caso de extravio ou dano. E uma ótima dica é colocar uma cópia dos seus documentos e dos seus contatos de emergência dentro das malas, para facilitar a identificação e a devolução em caso de perda.

Gostou? Use essas dicas e compartilhe o contéudo com seus amigos.

Leia também: Lugares para viajar no final do ano

*Valores sujeitos à alterações

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *