Ter ou não ter filhos

Ter filhos é um dos maiores desejos de grande parte das pessoas, mas também uma das decisões mais importantes e difíceis que se pode tomar. Envolve muitos aspectos, como a responsabilidade, o compromisso, o planejamento, a dedicação, o amor, a renúncia, a realização, a alegria, a frustração, o sacrifício, entre outros. Ter filhos pode traz muitos benefícios, mas também é muito desafiador. Por isso, é preciso pensar bem antes de tomar essa decisão, pois ela pode mudar a sua vida – para sempre!

Ter ou não ter filhos: uma decisão que pode mudar a sua vida

Ter filhos ou não é uma decisão que cabe apenas à você.

Algumas das vantagens de ter filhos são:

  • Ter alguém para amar e cuidar, e que também vai te amar e te admirar incondicionalmente.
  • Ter filhos é ensinar e aprender com eles; é com eles compartilhar experiências, valores, conhecimentos e sentimentos.
  • Ter a chance de ver os seus filhos crescendo, se desenvolvendo, se tornarem independentes e realizarem os próprios sonhos.
  • Ter o apoio e a companhia dos seus filhos na velhice, e de conhecer seus netos e bisnetos..
  • Ter a sensação de continuidade; a oportunidade de educar um ser humano para o mundo, e de contribuir com a sociedade.

Saiba como criar uma criança responsável

Algumas das desvantagens de ter filhos são:

  • Ter que abrir mão de muitas coisas, como a liberdade, o tempo, o dinheiro, o sono, o lazer, a privacidade, os planos profissionais e pessoais, entre outras.
  • Se você optar por gestar terá que enfrentar muitas fases desafiadoras, como a gravidez, o parto e a amamentação; e a gestação ainda é pouco diante das preocupações com a saúde, a educação, a segurança, a escola, a rebeldia, a adolescência, as más companhias, a violência, as drogas, entre outras.
  • Ter que lidar com muitas preocupações, como o futuro, a qualidade de vida, o bem estar, a felicidade, as escolhas, as consequências, as responsabilidades, entre outras.
  • Ter filhos é conviver com muitos conflitos, como as diferenças, as brigas, as divergências, as decepções, as perdas, as separações, entre outras.
  • Por fim, você também terá que aceitar que os seus filhos não são extensões de você, são outras pessoas; nem sempre eles serão como você queria ou esperava. Eles terão suas próprias personalidades, opiniões, vontades e destinos.

Ter ou não ter filhos é uma decisão que só você pode tomar, e que deve ser baseada no seu desejo, na sua realidade, nos seus valores e nos seus objetivos. Jamais tenha filhos sem que você mesma queira, apenas para realizar a vontade do marido/esposa, dos pais ou sogros que querem ser avós, etc.

Não há uma resposta certa ou errada, mas sim uma escolha madura e consciente. Ter ou não ter filhos pode ser a melhor ou a pior coisa que acontece na sua vida, dependendo de como você encara e vive essa experiência transformadora. O importante é que você seja feliz com a sua decisão, e que respeite a decisão dos outros. Afinal, ter ou não ter filhos é um direito e uma responsabilidade de cada um.

Leia também: Como cuidar da saúde mental

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *